Mapeamento Eletrofisiológico

Mapeamento Eletrofisiológico

Mapeamento Eletrofisiológico

É um procedimento realizado após o estudo eletrofisiológico intracardíaco e, portanto, utiliza a mesma estrutura do Estudo Eletrofisiológico descrita anteriormente.

A partir do mapeamento, é possível detectar a origem dos focos das arritmias e a localização das principais estruturas do coração.

É o mapeamento que nos permite dizer se determinada arritmia é passível de tratamento definitivo com ablação por radiofrequência ou se o foco está em uma região de risco, devendo-se optar por outro tipo de tratamento.

Atualmente, o mapeamento é realizado com o apoio de equipamentos de alta tecnologia, reduzindo o tempo necessário e aumentando o índice de sucesso nos procedimentos.

A equipe de eletrofisiologia utiliza rotineiramente a última versão do equipamento de mapeamento tridimensional, chamado NAVX / Ensite, desenvolvido pela ST Jude, nos Estados Unidos.

Este equipamento permite identificar a localização da ponta dos cateteres dentro do coração, por meio de um sistema semelhante ao GPS, ao mesmo tempo em que detecta o “rastro elétrico” deixado pela arritmia, o que eleva o índice de sucesso nesses procedimentos.

Unidades