• Mamografia - Exames e Diagnósticos | HCor - Hospital do Coração
    Mamografia

    Mamografia

    Mamografia

    Exame de rotina em mulheres assintomáticas, para detecção precoce de possíveis casos de câncer de mamas, podendo ser solicitado naquelas mulheres com sintomatologia clínica ou achado palpatórios.

    A mamografia é uma radiografia das mamas, sendo o principal método de imagem para o rastreamento populacional do câncer de mama e avaliação das doenças mamárias. Ela é capaz de detectar pequenos tumores que não determinam sintomas e, associada ao tratamento adequado, aumenta as chances de cura da doença. Mulheres que realizam mamografias periódicas apresentam uma taxa de mortalidade significativamente menor pelo câncer de mama.

    A mamografia por ressonância, aliada à mamografia digital, é muito importante no diagnóstico preventivo do câncer de mama.

    Como é feito o exame?

    Antes do exame, a paciente responde algumas questões, a fim de fornecer informações muito importantes. O exame é realizado por uma técnica especializada e inicia-se com a realização de duas radiografias de cada mama. Essas radiografias serão examinadas pelo médico radiologista, que pode encerrar o exame ou solicitar radiografias complementares. É importante salientar que a realização de radiografias complementares não implica na presença de câncer na mama ou que seu exame foi mal feito. Elas são realizadas para permitir a análise mais adequada de determinadas regiões da mama quando as radiografias de rotina não foram suficientes.

    Na maioria das vezes, estas radiografias adicionais são realizadas no momento do exame. No entanto, em algumas circunstâncias, só se consegue perceber a necessidade delas durante a análise final e minuciosa da mamografia. Quando isto ocorre, a paciente será chamada para voltar ao Hospital e realizá-las.

    Importância dos exames anteriores

    Levar os exames de mama anteriores, como mamografias, ultrassonografias, ressonâncias magnéticas da mamas e resultados de biópsias mamárias (caso tenha feito) é muito importante. Eles não têm prazo de validade e, por isso, devem ser sempre guardados.

    A comparação entre os exames permite a detecção de lesões precoces que passariam desapercebidas, evita radiografias adicionais assim como reconvocações e, em determinadas situações, até mesmo biópsias.

    A mamografia causa problemas?

    A dose de radiação utilizada para a mamografia é muito pequena e não apresenta risco significativo para a mama. No entanto, como em qualquer exame radiológico, a paciente deve informar ao médico ou à técnica sobre qualquer possibilidade de estar grávida.

    A compressão da mama durante a realização da mamografia, além de reduzir a dose de radiação necessária, é muito importante para que o exame seja de boa qualidade. O grau de compressão necessário para isto não deve causar lesões na sua mama. No entanto, algumas mulheres referem graus variáveis de dor durante a compressão mamária. Recomenda-se que estas mulheres realizem a mamografia na fase do ciclo menstrual em que suas mamas estão menos sensíveis.

    A presença de próteses de silicone (implantes de silicone) não impossibilita a realização da mamografia. A ruptura destas próteses pela compressão mamográfica é rara.

    A mamografia detecta todos os cânceres de mama?

    Não. A mamografia não detecta todos os cânceres de mama. Por isso, é fundamental a consulta periódica com o médico que poderá solicitar outros exames que complementarão a mamografia.

    Importante

    • Para pacientes com menos de 18 anos: o exame somente será realizado mediante a presença de um acompanhante adulto.

    Para informações e/ou agendamento do exame, ligar para a Central de Agendamento do HCor – Telefone: (11) (11) 3889-3939..

    Voltar

    Unidades