• Anabolizantes e o perigo para o bom funcionamento do coração | HCor | Hospital do Coração
    Anabolizantes e o perigo para o bom funcionamento do coração

    Anabolizantes e o perigo para o bom funcionamento do coração

    O uso de anabolizante pode resultar em um músculo cardíaco hipertrofiado e a perda de contração, além de problemas funcionais do fígado, atrofia do órgão sexual masculino e masculinização das mulheres

    Respeitar os limites do corpo, quando o assunto é o desejo pelo aumento dos músculos, é um fator a ser considerado com a chegada do verão. Muitos adeptos da prática de exercícios físico recorrem a resultados rápidos. O problema ocorre quando algumas pessoas buscam esses efeitos instantâneos para as mudanças da forma física com o uso de anabolizantes.

    O coração pode apresentar deficiências a partir da quarta semana de uso de anabolizantes, e pode ocorrer a hipertrofia cardíaca – que costuma permanecer no corpo por até um ano após o seu uso, bem como a perda da força da contração do coração, esta de modo irreversível. Sinais como o aumento da pressão arterial , alterações das paredes dos vasos sanguíneos e elevações dos triglicérides também podem ser sinais decorrentes ao consumo de anabolizantes.

    Além das complicações cardíacas, ocorre também a modificação das funções fisiológicas do fígado, que resulta em elevação do colesterol ruim (LDL) e diminuição do colesterol bom (HDL), com a ingestão de anabolizantes. Para os homens pode ocorrer a atrofia do órgão sexual, além de paralisação da fabricação dos espermatozoides e as mulheres tendem a masculinização completa.

    Os esteroides anabólico-androgênicos, mais conhecidos como anabolizantes, são substância que contém o hormônio chamado de testosterona, bem como derivados. Este é um produto de uso medicinal legalizado. “As pessoas recorrem a esse tipo de hormônio com a finalidade de aumento da massa muscular e da força física, além de melhor resultado no desempenho físico”, explica Dr. Nabil Ghorayeb, Coordenador do Sport Check-up HCor – Hospital do Coração.

    O Coordenador do Sport Check-up HCor sugere para quem deseja músculos maiores e não atinge o resultado apenas com a musculação, a procura de um nutricionista do esporte, que seja bem referido e ético. Assim o resultado desejado será alcançado de forma saudável e eficaz, caso o paciente siga as indicações feitas pelo profissional.

    Contudo, para quem pretende iniciar ou já usa anabolizantes, o acompanhamento por um profissional em Medicina do Esporte poderá dirigir o paciente com o intuito de livrá-lo de possíveis complicações. “O grande problema é o mito de que se usar estes tipos de hormônios por ciclos não causaria problemas. Mortes e complicações cardíacas continuam a ocorrer por desinformação”, finaliza o Dr. Nabil.

    Sobre o Sport Check- up HCor:

    O Sport Check-Up HCor é um programa de diagnóstico médico altamente especializado e focado na prevenção e na medicina do esporte. Tem como principal objetivo avaliar as condições gerais de saúde e aptidão física para prescrição e orientação personalizada de um programa de exercícios físicos. Indicado para atender aos mais variados perfis de pessoas: sedentários, esportistas iniciantes, atletas amadores e profissionais.

    O Sport Check-Up oferece a possibilidade de realizar uma completa avaliação em curto espaço de tempo, o que facilita o dia-a-dia das pessoas que pretendam iniciar suas atividades físicas. O programa conta com a estrutura de ponta do HCor Diagnóstico e reúne os mais experientes especialistas do país em cardiologia, nutrição, ortopedia e medicina do esporte.

    Tendo em mãos uma avaliação completa e fiel das condições físicas do esportista ou do atleta, o técnico (treinador, médico do esporte, nutricionista, fisioterapeuta, etc.) pode contar com uma ferramenta de trabalho fundamental para ajudá-lo a melhorar o seu desempenho com segurança.

    Unidades