• Asma | HCor | Hospital do Coração
    Asma

    Asma

    Asma

    Hospital do Coração registra aumento de cerca de 30% nos casos de asma no inverno

    Tempo frio e seco aumenta os potenciais agravantes da asma, podendo ocasionar crises respiratórias mais constantes e a procura por atendimentos de emergência

    Hoje, dia 21 de junho, quanto tem início o inverno no Brasil, é também o Dia Mundial de Combate a Asma. O tempo frio e seco é propício para a proliferação da doença que pode ocasionar crises respiratórias e aumentar a procura por atendimentos de emergência. De acordo com o pneumologista do HCor – Hospital do Coração, em São Paulo, Dr. Carlos Carvalho, há um aumento de cerca de 30% no número de casos atendidos no Hospital nessa época do ano. “O tempo seco, partículas de fumaça, gases irritantes, substâncias químicas e alérgenos potenciais existentes na atmosfera agravam as crises asmáticas”, diz.

    De acordo com a Organização Mundial de Saúde – OMS, aproximadamente 150 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem com a asma. Deste total, 60% são crianças. Neste ranking, o Brasil ocupa o 8º lugar em número de asmáticos, responsáveis por cerca de 2,2 milhões de visitas ao pediatra por ano, que têm na doença a principal causa de absenteísmo escolar e hospitalização infantil.

    A asma é caracterizada por uma inflamação nas vias aéreas, que ataca normalmente os brônquios e bronquíolos dificultando a respiração. Os principais sintomas estão ligados à falta de ar, chiado e aperto no peito, além de cansaço e tosse seca.

    O Dr. Carlos Carvalho explica ainda que o inverno é um período ruim para os diversos tipos de problemas respiratórios, inclusive a asma, principalmente quando a umidade relativa do ar está abaixo de 40%. “No inverno existem diversos agravantes que aumentam as crises de asma. Evitar a exposição ao clima frio e seco com baixa umidade relativa do ar ajuda a reduzir as incidências de crises asmáticas durante esse período”, completa Dr. Carlos.

    A asma é uma doença respiratória que não tem cura, porém se controlada, o asmático pode ter uma vida normal à base de medicamentos anti-inflamatórios e broncodilatadores, que são substâncias farmacologicamente ativas que promovem a dilatação dos brônquios e popularmente conhecidas como “bombinhas”.

    Fatores que desencadeiam uma crise asmática:

    • Alérgenos e irritantes;
    • Infecções de vias aéreas;
    • Exercício físico (asma desencadeada por exercício);
    • Refluxo gastroesofágico;
    • Causas emocionais.

    Como se prevenir da asma no inverno:

    • Encapar colchões e travesseiros;
    • Lavar semanalmente as roupas de cama;
    • Retirar cortinas, tapetes, carpetes;
    • Evitar animais domésticos;
    • Promover a ventilação do ambiente.

    Unidades