• Hospital do Coração alerta para a prevenção do câncer de próstata | HCor | Hospital do Coração
    Hospital do Coração alerta para a prevenção do câncer de próstata

    Hospital do Coração alerta para a prevenção do câncer de próstata

    No país, problema tem sido diagnosticado cada vez mais cedo em sua evolução, o que aumenta a chance de cura. O diagnóstico precoce é mais comum em países desenvolvidos e, no Brasil, quase um terço dos pacientes tem sua doença diagnosticada em fase avançada, já com metástases ósseas

    O câncer de próstata tem uma incidência muito maior do que a do câncer de mama. Porém o assunto muitas vezes não é tratado com a devida atenção pelo homem. A expectativa do Instituto Nacional de Câncer (INCA) é que, somente em 2014, tenham surgido mais de 68 mil casos da doença no Brasil. Esse tipo de câncer é o que mais ocorre em homens em todas as regiões do país, depois do câncer de pele.

    De acordo com o oncologista e coordenador do HCor Onco, Dr. Auro Del Giglio, mais de 60% dos doentes são diagnosticados aos 65 anos ou mais. Com esses dados, é possível perceber que o aumento da expectativa de vida em todo o mundo está bastante relacionado com os aumentos nos números de ocorrência da doença. Além da idade, outros fatores têm relação com o surgimento do câncer de próstata.

    Primeiramente, devemos destacar os pacientes que apresentam maior risco de desenvolver o câncer de próstata, que são aqueles que apresentam antecedentes familiares da doença, homens negros e obesos. Aliados a esses fatores, não podemos deixar de mencionar os hábitos alimentares pouco saudáveis. “Uma alimentação rica em gordura animal, carnes e embutidos pode causar sérios problemas de saúde e predispor o desenvolvimento de câncer de próstata. Sendo assim, controlar a alimentação, preocupando-se sempre em inserir vegetais na dieta, pode ajudar na proteção contra este tipo de câncer”, explica o urologista do Hospital do Coração – HCor, Antonio Corrêa Lopes.

    Segundo o urologista do HCor, o câncer de próstata é sempre tratado com muito preconceito pelos homens, principalmente em razão da realização do exame clínico (toque retal). “Por isso, muitos preferem não procurar o urologista, fazendo com que o diagnóstico seja realizado tardiamente. O diagnóstico é realizado pela análise dos resultados do exame clínico (toque retal) e dosagem do PSA (Antígeno Prostático Específico) no sangue. Caso seja observada alguma alteração nestes parâmetros, geralmente uma biópsia deve ser realizada”, esclarece Dr. Antonio Corrêa.

    HCor Onco:

    O HCor Onco conta com uma clínica especializada em radioterapia e radiocirurgia, localizada na Rua Tomás Carvalhal 172, no Paraíso, a duas quadras do complexo hospitalar. O espaço é equipado com acelerador linear de alta precisão, capaz de realizar procedimentos radioterápicos com o mínimo de dano aos tecidos saudáveis. O acelerador é importado, de origem sueca, e pode ser usado contra diversos tipos de câncer e doenças benignas. Sua precisão é milimétrica, o que torna o tratamento menos desgastante. Dentro do próprio aparelho, uma tomografia chamada Cone Beam CT permite monitorar o paciente.

    Além da clínica especializada, os pacientes do HCor Onco também contam com a infraestrutura do HCor, incluindo o edifício Dr. Adib Jatene, com espaços cirúrgicos e um andar inteiro dedicado à oncologia no 12º andar, equipado com 10 boxes para tratamento com medicamentos quimioterápicos, além de dois consultórios.

    A infraestrutura do HCor Onco também compartilha uma unidade de internação para pacientes oncológicos e os serviços diagnósticos do hospital, incluindo endoscopias, tomografia computadorizada, PET Scan entre outros. Os serviços oferecidos buscam contemplar todas as necessidades que um paciente possa ter.

    Devido ao envelhecimento da população brasileira e também ao fato da doença atingir mais pessoas com idade avançada, o prédio conta com especialistas em oncogeriatria, para oferecer um atendimento personalizado e seguro. Há também uma equipe focada no combate à dor e cuidados paliativos que contempla os preceitos básicos de um atendimento humanizado nas diferentes fases do tratamento.

    Unidades