• Ortopedista do HCor dá dicas para evitar lesões nos joelhos durante a corrida na praia | HCor | Hospital do Coração
    Ortopedista do HCor dá dicas para evitar lesões nos joelhos durante a corrida na praia

    Ortopedista do HCor dá dicas para evitar lesões nos joelhos durante a corrida na praia

    A corrida em areia fofa é muito mais eficiente para trabalhar o fortalecimento de músculos inferiores e do joelho do que um trote em terrenos duros

    Correr na areia traz muitas vantagens ao corredor, pois além de oferecer várias formas de treinamento para atingir os objetivos do atleta com relação ao seu programa de exercícios, proporciona uma das melhores sensações do verão.

    Quem tem a possibilidade de correr em uma praia tem a vantagem de treinar longe da poluição do trânsito, e se beneficiar de um dos melhores trabalhos de condicionamento e fortalecimento muscular. Trocar a corrida no asfalto por um treino à beira mar fortalece os músculos dos tornozelos, joelhos e quadril.

    Segundo o ortopedista e responsável pelo Instituto do Joelho HCor (Hospital do Coração), Prof. Dr. Rene Abdalla, a corrida em areia fofa é muito mais eficiente para trabalhar o fortalecimento de músculos dos membros inferiores do que um trote em terreno duro. “Por conta do esforço, a corrida na praia requer mais energia e, consequentemente, o gasto calórico é maior, por exemplo a corrida na praia queima 1,6 mais calorias do que a realizada em asfalto. Por isso o ideal é aproveitar o verão para a prática da corrida na praia”, esclarece Dr. Abdalla.

    Quando o corredor quiser fazer uma resistência localizada pode optar por correr um pouco mais distante da água, onde a areia é mais fofa e dificulta a elevação dos joelhos ou na beira da água com a água na canela. Já quando o atleta quiser fazer um trabalho mais veloz, o ideal é correr junto a água onde o piso é mais duro. “Correr em uma praia dá ao corredor um sentido maior de liberdade e disposição. O fato dos corredores treinarem junto ao mar, promove uma melhora física, psicológica e cria uma maior disposição”, esclarece Dr. Abdalla.

    De acordo com o ortopedista do HCor, são necessários alguns cuidados antes de realizar um treino de corrida na praia. “Basicamente eles são os mesmos para quem corre na cidade como aquecimento antes e alongamento pós-treino. Na areia a exigência é maior. Portanto a necessidade de alongar a musculatura também aumenta”, alerta Dr. Abdalla.

    Dicas do ortopedista do HCor para evitar lesões no joelho durante a corrida na praia

    Para o ortopedista do HCor, sempre é bom tomar alguns cuidados porque até correr na areia fofa pode provocar lesões. Antes de correr na areia faça um bom aquecimento e siga as dicas abaixo:

    • Alongue muito bem a musculatura porque na areia a exigência muscular é maior;
    • A areia fofa é um terreno que exige força. Ela serve como uma resistência extra a ser vencida. Por isso é preciso redobrar a atenção;
    • A areia batida possui muito impacto, o que diminui o estresse das articulações. O ideal é mesclar os tipos de terreno no verão e procurar praias com solo diferente;
    • Não corra descalço. É importante usar tênis independentemente do tipo de terreno;
    • O melhor horário para praticar corrida ou caminhada na praia é antes das 10 horas e depois das 17 horas;
    • Hidrate-se a cada 15 minutos e ao fim do treino mantenha um ritmo mais leve. Dessa forma os músculos relaxam;
    • Evite correr em praias de tombo, pois poderá facilitar a aparição de lesões nos joelhos e nos tornozelos, já que o terreno inclinado força demais as articulações;
    • Correr na areia é mais difícil do que correr na calçada ou em uma esteira. Por isso não exagere na intensidade das passadas, para não se machucar ou parar o treino na metade.

    Unidades