• Parceria entre HCor e Clube A – Itaú | HCor | Hospital do Coração
    Parceria entre HCor e Clube A – Itaú

    Parceria entre HCor e Clube A – Itaú

    HCor realiza curso de capacitação para atendimento básico em casos de parada cardiorrespiratória

    Através de uma parceria entre HCor – Hospital do Coração e Clube A Itaú – clube de lazer e entretenimento para a Terceira Idade – os associados receberam gratuitamente um treinamento para atendimento básico a parada cardiorrespiratória (PCR) , seguindo as recomendações de treinamentos em massa (“training mass” ) da American Heart Association (AHA). O treinamento foi ministrado por instrutores do CETES-HCor – Centro de Ensino, Treinamento e Simulação.

    O objetivo desta ação foi instruir os participantes sobre como realizar de maneira correta manobras de Ressuscitação Cardiopulmonar (RCP) e como utilizar o Desfibrilador Externo Automático (DEA). Com utilização de manequins especiais para essa atividade, todos aprenderam o passo a passo de como proceder em situações reais de parada cardiorespiratória.

    “Estes treinamentos são preconizados mundialmente pela AHA e capacitam pessoas a prestar o primeiro auxilio aos casos de Parada Cardiorespiratória (PCR). Este atendimento faz toda diferença: o simples fato de realizar a compressão torácica externa ou massagem cardíaca de forma rápida, forte e adequada já aumenta muito a chance de sobrevivência. Desta forma, este ensino deve ser disseminado para o maior número possível de pessoas de todas as idades. É importante semear o conceito de que a RCP pode salvar vidas se executada precoce e corretamente” – afirma Dr. Hélio Penna Guimarães, médico coordenador do CETES HCor.


    Confira os 5 passos para realizar uma RCP:

    Certifique-se de que o local esteja seguro para você e para a vítima.

    Avalie a responsividade da vítima. Avalie o nível de consciência da vítima a tocando pelos ombros e perguntando se ela está bem.

    Peça ajuda através do atendimento de emergência local ou 192 e 193.

    Observe se a vítima respira e se movimenta: caso não apresente estes sinais, inicie a massagem cardíaca. A massagem deve ser realizada no meio do peito, com o movimento das mãos entrelaçadas (uma em cima da outra) sob braços retos, fazendo no minimo 100 movimentos de compressão por minuto, de forma rápida e forte.

    Continue aplicando a massagem até chegar um DEA (Desfibrilador Externo Automático) ou que a vítima comece a se mexer ou que um socorrista treinado assuma o caso.

    Conheça o Clube A – Itaú.

    Conheça mais o CETES HCor.

    Unidades