Sala Híbrida Cardiovascular

Sala Híbrida Cardiovascular

Sala Híbrida Cardiovascular

Conceito recente na área médica-hospitalar, as salas híbridas consistem na união entre centro cirúrgico e sala para procedimentos de intervenção não cirúrgica associado a equipamentos de imagem de alta definição.

sala hibrida
O espaço é desenhado para que os exames sejam usados antes, durante e depois das intervenções, proporcionando mais segurança e precisão em procedimentos complexos.

O Edifício Dr. Adib Jatene tem duas salas híbridas: uma para procedimentos neurológicos, ortopédicos e de outras especialidades médicas e uma exclusiva para cardiologia.

Procedimentos vasculares

A sala híbrida é destinada a tratamentos cardiovasculares. Nela, o paciente recebe suporte do cirurgião cardíaco e do intervencionista, que atuam juntos em casos complexos.

A sala é equipada com aparelhos de última geração. O Raio X, por exemplo, fornece imagens tridimensionais e tem funcionamento análogo a uma tomografia. Isso dá mais segurança ao médico para analisar o caso. As imagens podem ser sobrepostas e comparadas no sistema computadorizado da sala híbrida, garantindo precisão aos casos mais delicados e complexos.

Essa integração de imagens também pode ser usada como guia de navegação em cirurgias. Com auxílio do software Econavigator, o ecocardiografista faz marcações para garantir precisão milimétrica ao intervencionista. Isso possibilita uma recuperação mais rápida do paciente, pois a tecnologia aplicada ao procedimento o torna menos invasivo.

Confira mais detalhes sobre Sala Híbrida Cardiovascular no vídeo abaixo:

Unidades