• Nem todos os queijos brancos são mais saudáveis; eles também podem ser vilões da dieta | HCor | Hospital do Coração
    Nem todos os queijos brancos são mais saudáveis; eles também podem ser vilões da dieta

    Nem todos os queijos brancos são mais saudáveis; eles também podem ser vilões da dieta

    Quando o assunto é o consumo de queijos, bons ou ruins, o que conta mesmo é a moderação. Os conhecidos como “ruins” são aqueles com alto conteúdo de gordura saturada e sódio, que comprometem o balanço da pressão arterial e do colesterol. Queijos mais magros, por sua vez, têm maiores quantidades de proteína e cálcio, por isso devem ser a preferência, de modo geral, dados os benefícios desses nutrientes para o organismo, se comparados à gordura.

    Uma boa conduta para um consumo equilibrado é nunca fazer, do queijo, o prato principal. A recomendação é que ele seja salpicado sobre os alimentos, sempre cuidando da quantidade. Apesar da cautela que pedem os cardiologistas, a restrição maior ao consumo – por vezes até mesmo absoluta – é entre indivíduos em tratamento da pressão arterial e também insuficientes cardíacos, dada a restrição de sódio que pedem essas condições.

    Não se engane pela cor

    O queijo é produzido com diferentes tipos de leite, como o de vaca, de cabra, de ovelha e de búfala. A concentração láctea é constituída de proteínas, lipídios, carboidratos, minerais, cálcio, fósforo e vitaminas, especialmente a A, B2, B9, B12 e D. Ao contrário do conhecimento popular, a coloração do queijo nem sempre indica o teor de gordura. Segundo a nutricionista Juliana Dantas, do HCor – Hospital do Coração de São Paulo, queijos claros também possuem gordura saturada. Por isso, o equilíbrio entre as quantidades de gordura, cálcio e sódio é fundamental na hora de diferenciar os melhores para o consumo.

    Diferentes tipos

    Conheça as diferenças entre os tipos de queijo e como consumi-los de forma saudável:

    Cottage

    Rico em proteínas e cálcio, contém baixo teor de gordura e colesterol. Boa opção para fazer patês e acompanhar frutas e geleias

    Ricota

    Fonte de proteína e cálcio, tem teores de gordura, colesterol e sódio mais baixos. Acompanha bem saladas, sanduíches e geleias

    Minas

    Contém alto teor de gordura e colesterol, embora seja rico em proteínas, cálcio, ferro e fósforo. Boa opção para saladas e sanduíches naturais

    Muçarela

    Tem elevados teores de gordura e colesterol, mas também é encontrado na versão light. Ótima fonte de proteína e cálcio, mas deve ser consumido com moderação. Combina com sanduíches e saladas

    Muçarela de búfala

    Apresenta maior concentração de cálcio e proteínas e baixo teor de gorduras saturadas e colesterol. Vai bem em sanduíches, saladas e petiscos

    Prato

    Tem alto teor de sódio, gordura e colesterol. Combina com sanduíches, mas deve ser consumido moderadamente

    Provolone

    Tem grandes concentrações de cálcio e proteínas, mas é rico em gordura e colesterol. Ideal para petiscos, com moderação

    Brie

    Tem alto teor de gordura e colesterol e é fonte de proteínas e cálcio. Acompanha bem geleias, mas o consumo deve ser moderado

    Parmesão

    Contém alto teor de gordura saturada e colesterol. É também ótima fonte de proteína e cálcio, mas é preciso moderação. Vai bem em massas, sopas e saladas

    Unidades