Recomendações para Acompanhantes e Visitantes em Tempos de Covid-19

Recomendações para Acompanhantes e Visitantes em Tempos de Covid-19

Recomendações para Acompanhantes e Visitantes em Tempos de Covid-19

Importante

• Todos os acompanhantes e visitantes devem obrigatoriamente utilizar máscara cirúrgica (cobrindo boca e nariz) durante toda a permanência no hospital (inclusive dentro dos apartamentos), com trocas a cada 3 horas e/ou sempre que estiverem úmidas.

• Todos os acompanhantes e visitantes devem higienizar com frequência as mãos com água e sabão ou solução alcóolica.

• Não é permitida a entrada de acompanhantes ou visitantes com sintomas gripais, como febre, tosse, coriza, perda do olfato ou paladar, entre outros, nos 14 dias anteriores.

• Não é permitida a entrada de acompanhantes ou visitantes com diagnóstico de COVID-19 nos 14 dias anteriores, mesmo em alas COVID.

• Não é permitida a entrada de acompanhantes ou visitantes que tiveram contato com pessoas com diagnóstico de COVID-19 nos 14 dias anteriores.

• Conforme evolução da pandemia e risco epidemiológico representado por circulação de variantes, visitas presenciais podem ser restritas ou suspensas.

• É desejável que acompanhantes e/ou visitantes não pertençam a grupos de risco (pessoas acima de 65 anos; e/ou portadora de doenças pré-existentes: obesidade, diabetes mellitus, doenças cardiovasculares, doenças respiratórias e câncer).

• É desejável que acompanhantes e/ou visitantes tenham recebido a vacinação completa contra COVID-19.

• Menores de 18 anos não podem ser acompanhantes.

• O rodízio de acompanhantes é indesejável durante a hospitalização em tempos de COVID-19 para proteção dos pacientes, mas entendemos que haverá momentos em que seja necessário, quando isto ocorrer, a troca de acompanhante será realizada conforme orientação do setor.

• As visitas aos pacientes internados com COVID-19 não são recomendadas para segurança de todos, mas visitas virtuais são realizadas conforme rotina da equipe de psicologia do hospital.

• Pacientes com COVID-19 com critérios de vulnerabilidade ou com critérios de exceção, avaliados pela equipe assistencial, poderão ter a solicitação da permanência de um acompanhante.

Critérios de exceção podem ser aplicados conforme avaliação da equipe assistencial e liderança do setor, particularmente em cenários de dependência, fragilidade, terminalidade, idade avançada.

O acompanhante é a pessoa que acompanha; acompanhador, pessoa que faz companhia ou oferece assistência ao indivíduo doente, idoso, inválido. O acompanhar denota uma relação de afetividade e de compartilhar algo com o outro, ou seja, sofrimento, desgaste físico e emocional ou a insegurança (FERREIRA ET AL, 1986 apud SHIOTSU; TAKAHASHI, 2000,). O acompanhante além de ser um elo com a equipe e fonte de conforto e segurança para o doente, também é considerado uma ajuda potencial na assistência e uma oportunidade de educação em saúde ao familiar (MACIEL; SOUZA, 2006).

Unidade de Internação HCor mais Seguro

Os pacientes internados poderão ter um acompanhante e as visitas NÃO estão permitidas neste momento:

O rodízio de acompanhantes é indesejável durante a hospitalização, mas sabemos que haverá momentos em que seja necessário, quando isto ocorrer, a troca de acompanhante será realizada em frente a recepção do Bloco A ou Bloco E, a depender do local de internação do paciente e acontecerá antes da área de identificação.

Unidade de Terapia Intensiva HCor Mais Seguro (UTI adulto e UCO)

Para pacientes alocados nos leitos 22 ao 34, é permitida a entrada de 1 visitante por dia com duração de 30 minutos das 20h às 20h30:

• Pacientes internados na Unidade Coronariana por menos de 48h – 20h às 20h30

Para pacientes alocados na UTI do 01 ao 20 e na Unidade Coronariana poderão ter visita estendida no período.

• A distribuição dos horários ocorre conforme orientações a seguir:

• Pacientes alocados nos leitos 01 ao 09 e Tx – 08h às 13h

• Pacientes alocados nos leitos 10 ao 20 – 14h às 19h

• Pacientes internados na Unidade Coronariana – das 8h às 13h ou das 14 às 19h a depender da pactuação com a equipe médico assistencial. Aos familiares que optarem por não ficarem na visita estendida há a opção da visita de uma pessoa das 20h às 20h30.

O boletim médico será realizado pelo médico intensivista, no momento da visita à beira leito.

Unidade de internação destinada a pacientes com COVID

As visitas a pacientes internados com COVID-19 não estão permitidas no momento.

Serão realizadas visitas virtuais com a equipe da psicologia seguindo critérios para a realização. Para mais informações ligue 0800-116-1291 opção 5 (horário de atendimento de 2ª a sábado das 10h às 17h).

Pacientes com critérios de vulnerabilidade ou com critérios de exceção, avaliados pela equipe assistencial, poderão ter a solicitação da permanência de um acompanhante.

A comunicação dos boletins médicos dos pacientes com COVID-19 será realizada diretamente com o médico assistente através de contato telefônico.

Unidade de Terapia Intensiva destinada a pacientes recuperados de COVID

É considerado paciente recuperado de COVID, aqueles com internados com COVID, que já estejam fora do período de transmissibilidade, e retirados de precaução em avaliação conjunta da equipe clínica e da SCIH.

A presença de acompanhantes não é permitida.

É permitida a entrada de 1 visitante por dia às 16h30, com duração de 30 minutos.

O boletim médico será realizado médico intensivista, no momento da visita à beira leito.

Unidade de Terapia Intensiva destinada a pacientes com COVID

As visitas a pacientes internados de COVID-19 não estão permitidas no momento.

Serão realizadas visitas virtuais com a equipe da Psicologia seguindo os critérios para a realização. Para mais informações ligue 0800-116-1291 opção 5 (horário de atendimento de 2ª a sábado das 10h às 17h).

O boletim médico será realizado por telefone pelo médico intensivista, entre 15h e 18h. Portanto, pedimos que mantenha o telefone para contato atualizado.

Pronto-socorro pacientes internados HCor mais Seguro

É permitida a permanência de 1 acompanhante e as visitas não estão permitidas neste momento.

O rodízio de acompanhantes é indesejável durante a hospitalização, mas sabemos que haverá momentos em que seja necessário, quando isto ocorrer, a troca de acompanhante será realizada em frente a recepção do Bloco A, e deverá acontecer antes da área de identificação.

Pronto Socorro pacientes internados com COVID

As visitas a pacientes internados com COVID-19 não estão permitidas no momento.

O boletim médico será realizado por telefone pelo médico assistente. Este contato será realizado 1 vez ao dia.

Unidades pediátricas

As visitas às crianças na Unidade de UTI Pediátrica e Neonatal não estão permitidas no momento.

Os pacientes internados nas unidades pediátricas poderão ter um acompanhante e as visitas não estão permitidas neste momento.

• A autorização para entrada do acompanhante ocorrerá na recepção do Bloco A, antes da área de identificação.

É permitida permanência dos pais, na ausência destes será permitida a permanência do responsável legal ou responsável por eles apontado.

Referências bibliográfica

Johns Hopkins Medicine. Visitor Guidelines for Patient Care Partners During COVID-19.

Lei n° 14.198, de 2 de setembro de 2021. Dispõe sobre videochamadas entre pacientes internados em serviços de saúde impossibilitados de receber visitas e seus familiares.

Maciel, Márcia Rodrigues; Souza, Mariana Fernandes de. Acompanhante de Adulto na Unidade de Terapia Intensiva: uma visão do paciente. Acta Paul. Enferm. v.19 n.2 São Paulo abr./jun.2006.

Parecer Conselho Federal de Medicina. PARECER CFM nº 36/15. Ao médico são permitidas visitas sociais em unidade hospitalar. Nenhuma norma estatutária ou regimental pode restringir o livre acesso do médico às unidades de saúde, respeitando-se o disposto no Código de Ética Médica.

Proposta de nota técnica elaborada em conjunto pela sociedade paulista de infectologia, associação paulista de epidemiologia e controle de infecção relacionada à assistência à saúde, e a seção são paulo da sociedade brasileira de geriatria e gerontologia. nota técnica sobre a permanência hospitalar de acompanhantes de pacientes internados com diagnóstico de suspeição ou confirmado de covid-19.

Recomendações para acompanhantes e/ou visitantes nos serviços de atenção especializada em saúde durante pandemia de covid-19. Ministério da Saúde. Brasil.

Shiotsu, Célia Hiromi; Takahashi, Regina Toshie. O Acompanhante na Instituição Hospitalar. Rev.Esc.Enf.USP,v.34,n.1,p.99-107, mar.2000.