Dia Mundial da Higiene das Mãos

Dia Mundial da Higiene das Mãos

O dia 5 de maio foi definido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como dia mundial de higiene das mãos.

A cada ano, centenas de milhões de pacientes em todo o mundo são afetados por infecções relacionadas à assistência à saúde, consideradas como um dos eventos adversos mais frequentes.

Os micro-organismos resistentes podem ser transferidos ao paciente por meio das mãos dos profissionais de saúde.

A higiene das mãos é a principal ação para reduzir a transmissão de infecções e micro-organismos resistentes consistindo em uma das medidas essenciais para a prevenção e controle das infecções, promovendo a segurança de pacientes, profissionais e usuários dos serviços de saúde.

É muito importante que o paciente, seus familiares e visitantes também sigam as recomendações para prevenir a transmissão de doenças.

A higiene das mãos é um assunto que diz respeito a todos nós.


O que é higiene das mãos?

Consiste na remoção de sujidade, suor, oleosidade e células descamativas, visando interromper a transmissão de micro-organismos.

Por que realizar a higiene das mãos?

  • A pele é reservatório de diversos micro-organismos que podem ser transferidos de uma superfície para outra, por meio do contato direto (pele com pele) ou indireto (superfícies, equipamentos, objetos contaminados).
  • As mãos representam a principal via de transmissão desses micro-organismos.
  • É a medida individual mais simples e mais barata para prevenir a propagação das infecções relacionadas à assistência à saúde.

Quem deve higienizar as mãos?
Todos os profissionais da saúde, familiares, acompanhantes e/ou visitantes do paciente internado.

Como fazer a higiene das mãos?

A higiene das mãos pode ser feitas de duas maneiras: com água e sabão líquido ou sem a utilização de água, isto é, usando álcool gel.

Mas lembre-se: o álcool gel não é recomendado quando as mãos estiverem molhadas ou visivelmente sujas (por exemplo, após a remoção de luvas).

Uma ação simples, rápida e de baixo custo que salva vidas.