HCor comemora Dia Mundial do Coração com atendimento à população no Conjunto Nacional

HCor comemora Dia Mundial do Coração com atendimento à população no Conjunto Nacional

Na próxima terça-feira (29/09), entre 10h e 15h, equipe multidisciplinar do Hospital do Coração vai avaliar fatores de risco cardíaco e promoverá teste de tabagismo, colesterol e medição da circunferência abdominal

O Dia Mundial do Coração é celebrado no dia 29 de setembro, com o intuito de conscientizar a população a respeito dos problemas cardiovasculares que podem acontecer em qualquer idade. A data incentiva a modificação do estilo de vida, adotando hábitos mais saudáveis de alimentação, exercícios e lazer.

Neste dia, nutricionistas, enfermeiros, psicólogas e cardiologistas do HCor estarão no Conjunto Nacional, das 10h às 15h, para orientar a população sobre os fatores de riscos para as doenças cardiovasculares, por meio da medição da circunferência abdominal, bem como a realização de testes de colesterol e tabagismo e orientação nutricional.

De acordo com o cardiologista do HCor – Hospital do Coração, Dr. Luiz Carlos Valente, o excesso de peso e tabagismo aumentam expressivamente a chance de infarto e AVC (acidente vasculares cerebral), entre outras doenças cardiovasculares. “Também é preciso estar atento para os índices de colesterol, cuidar da pressão arterial, evitar estresse, praticar exercícios regularmente e não exagerar no consumo de bebidas alcoólicas. O desafio é mostrar à população quais hábitos devem ser evitados e quais devem ser adotados para cuidar bem do coração”, explica Dr. Valente.

As doenças cardiovasculares são a maior causa de mortalidade no Brasil. De acordo com o cardiologista, o AVC isquêmico está liderando a lista das principais causas de morte. “Todas essas situações são favorecidas devido ao estilo de vida da pessoa, que incluem o sedentarismo, consumo de alimentos hipercalóricos, ritmo de vida acelerado e estressado, tabagismo e obesidade”, pontua Dr. Valente.

Segundo dados do DATASUS, há no Brasil cerca de dois milhões de pacientes com insuficiência cardíaca, sendo diagnosticados 240 mil casos por ano. “As projeções indicam que, em 2025, o Brasil terá a sexta maior população de idosos – aproximadamente 30 milhões de pessoas, o equivalente a 15% da população total. Precisamos orientar cada vez mais a população sobre prevenção de problemas cardíacos e reduzir riscos futuros”, esclarece Dr. César Jardim, cardiologista do Clinic Check-upHCor.

Diante deste cenário, o HCor reunirá profissionais do hospital que vão atender gratuitamente a população em celebração ao Dia Mundial do Coração, para um alerta de prevenção e orientação sobre os fatores de riscos das doenças cardiovasculares”, pondera Dr. Jardim.

Atenção à circunferência abdominal:

A circunferência abdominal é uma medida que auxilia no diagnóstico do risco de desenvolvimento de alterações metabólicas, entre elas, as doenças do coração. Um dos fatores de risco para o aumento da circunferência abdominal é a alimentação. Para homens o ideal é ter até 102 cm de circunferência e, para as mulheres, até 88 cm.

Por isso, para cuidar da saúde do coração é necessário uma atenção especial à nutrição, pois existem alimentos que aumentam o risco de desenvolvimento de infarto, acidente vascular cerebral, entre outros. Por outro lado, há nutrientes que beneficiam e diminuem estes riscos.

Tabagismo e coração:

Embora o cigarro tenha sido bastante combatido nos últimos anos, ele ainda está entre as principais causas das DCNT (Doenças Crônicas não Transmissíveis). “Podemos afirmar que ele contribui ativamente com a taxa de mortalidade gerada em função do problema que abrange também hipertensão, diabetes, obesidade e câncer de diferentes tipos”, afirma a Gerente de Psicologia Silvia Cury, coordenadora do Programa de Controle do Fumo do Hospital do Coração.

Coração em alerta:

29,4% das mortes no Brasil são causadas por doenças cardiovasculares;

308 mil pessoas morrem por ano, vítimas principalmente de AVC e infarto;

Homens a partir dos 55 anos são as principais vítimas;

Dobrou o percentual de jovens (idade entre 20 e 40 anos) com problemas cardiovasculares nos últimos dez anos;

Obesidade, tabagismo, hipertensão, sedentarismo, estresse, colesterol alto e consumo exagerado de bebidas alcoólicas são os principais fatores de risco;

15,8% dos brasileiros (cerca de 30 milhões) estão obesos, segundo o Ministério da Saúde. Esse índice representa um recorde histórico;

60% dos brasileiros adultos estão acima do peso (obesos ou com sobrepeso), segundo o IBGE.

Cuide bem do seu coração:

Exercícios que exigem fôlego, como natação e corrida, fazem bem ao coração. Recomenda-se 30 minutos, três vezes por semana. Mas faça antes uma avaliação médica;

Monitore os índices de colesterol, de açúcar no sangue (para diabetes) e a pressão arterial;

Evite situações de estresse;

Não fume, nem exagere no consumo de bebidas alcoólicas;

Controle de peso corporal;

Dê preferência aos alimentos saudáveis, evite carnes gordurosas e prefira carnes magras, frutas, cereais integrais, hortaliças e verduras;

Evite alimentos industrializados e adote uma dieta fracionada em cinco ou seis refeições, em porções menores.

A importância da prevenção e da qualidade da vida:

O HCor, por meio de sua equipe multidisciplinar do Clinic Check-up, estabelece avaliações com o intuito de identificar eventuais doenças e seus possíveis fatores de risco – baseado em dados clínicos e achados de exames. São pesquisadas doenças frequentes e clinicamente importantes com impacto na saúde e na qualidade de vida, como tumores, doenças cardiovasculares, metabólicas e infecciosas.

Para isso, o serviço conta com uma equipe multidisciplinar composta por cardiologista, urologista, ginecologista, fisiatra, dermatologista, oftalmologista e nutricionista.Para se ter hábitos saudáveis é necessário a prática de atividade física regularmente. Por isso, os cardiologistas do HCor recomendam as atividades de cunho aeróbico como caminhadas e corridas, porém elas devem ser praticadas moderadamente e nos horários em que o sol está menos agressivo.

“Outro fator importante para aqueles que participam de competições e realizam exercícios físicos é a hidratação. É importante abusar da água mineral ou de coco, sucos e líquidos isotônicos. Isso facilita a hidratação e reposição das energias”, finaliza Dr. César Jardim.

AGENDA:

Dia Mundial do Coração – atendimento gratuito à população
Data: 29/09
Horário: das 10h às 15h
Local: Conjunto Nacional
Av. Paulista – 2073 – próximo ao metrô Consolação