Pneumologista do HCor alerta sobre aumento de casos da doença no outono

Pneumologista do HCor alerta sobre aumento de casos da doença no outono

Fatores típicos da estação como o ar mais seco e a poluição podem prejudicar o desempenho das defesas naturais do sistema respiratório

Com a chegada do outono, e as oscilações na temperatura, os casos de pneumonia começam a aparecer. Embora a incidência seja maior no inverno, os fatores típicos do outono como o ar mais seco e a poluição podem prejudicar o desempenho da chamada barreira mecânica respiratória, que é uma parte importante das defesas naturais do sistema respiratório.

“A barreira tem início nas narinas que, por meio dos cílios (pelos protetores) e do turbilhonamento aéreo, impedem a passagem de microrganismos, e termina na glote. Seu fechamento protege os brônquios da chegada de eventuais corpos estranhos”, explica o pneumologista Dr. Carlos Carvalho, coordenador do Serviço de Pneumologia do HCor.

Quando essa barreira deixa de funcionar devidamente, o acesso de agentes infecciosos ao organismo é facilitado e as chances do desenvolvimento de doenças, como a pneumonia, aumentam consideravelmente.

“De maneira geral, a pneumonia ocorre quando os pulmões são acometidos por uma infecção provocada por bactérias, vírus, fungos ou mesmo reações alérgicas na região alveolar do órgão, onde ocorre a troca gasosa necessária ao processo de respiração. Para que o pulmão esteja saudável, essa região precisa estar sempre livre de microrganismos ou substâncias nocivas”, reforça o médico.

Prevenção

A boa alimentação, aliada à hidratação, também são importantes para evitar que o sistema imunológico não perca a eficiência. Mas algumas medidas podem ser tomadas para diminuir ainda mais o risco, principalmente em idosos e portadores de doenças cardíacas ou respiratórias.

  • Não fumar, pois o cigarro diminui a imunidade dos pulmões;
  • Lavar as mãos sempre que possível para eliminar agentes causadores;
  • Manter as vias aéreas limpas e desobstruídas. Limpeza ou inalação com soro fisiológico pode ajudar;
  • Verificar se a carteira de vacinação está em dia;
  • Procure sempre orientação médica se o quadro se agravar, principalmente caso apresentar febre.


Tratamento

O tratamento para casos de pneumonia costuma ser feito basicamente por meio de antibióticos, sendo imprescindível que seja realizado, após uma consulta médica.

“Embora seja grave, a pneumonia pode ser prevenida ou revertida com sucesso, quando todos os cuidados necessários são tomados. Alguns casos específicos que podem comprometer a função renal, alterar a pressão arterial ou causar dificuldade na respiração, exigem internação”, conclui Dr. Carlos.