Hospital do Coração realiza parceria com Instituto de Psiquiatria do Hospital das   Clínicas para tratamento de pacientes com transtorno obsessivo compulsivo

Hospital do Coração realiza parceria com Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas para tratamento de pacientes com transtorno obsessivo compulsivo

Pacientes com TOC em grau avançado foram submetidos a procedimento minimamente invasivo para tratar as vias cerebrais doentes

O IEP HCor – Instituto de Ensino e Pesquisa do HCor – Hospital do Coração, emSão Paulo, fez uma parceria com o IPQ HC – Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas, para o tratamento de pacientes com TOC – Transtorno Obsessivo Compulsivo – em estágio avançado. Acredita-se que para uma população brasileira de 200 milhões de habitantes, com uma prevalência de 2.3%, teríamos quatro milhes e seiscentos mil pessoas com TOC.

No começo deste ano, dois pacientes que estavam recebendo tratamentomedicamentoso aliado com avaliação comportamental no Hospital das Clínicas realizaram um procedimento minimamente invasivo por meio do Gamma Knife–considerado um dos equipamentos mais modernos e eficientes de neurocirurgia, que possibilita que a radiação seja liberada de maneira focal para o tratamento de lesões cerebrais, sem que o tecido saudável ao redor sofra danos e sem que uma cirurgia aberta seja necessária.

Segundo o neurocirurgião chefe do HCor Neuro e responsável pelos procedimentos destes pacientes no hospital, Dr. Antonio De Salles, o objetivo da utilização do Gamma Knife no tratamento de pacientes com TOC é possibilitar uma desconexão das vias cerebrais responsáveis pela causa da doença.

“Estes pacientes foram indicados para realização de procedimento no HCor Neuro porque os medicamentos não estavam surtindo efeito no tratamento do TOC, já que o estágio da doença era avançado. Eram pacientes totalmente dependentes da família, pois não conseguiam trabalhar, dirigir e até mesmo ter um convívio social”, esclarece Dra. Alessandra Gorgulho, Chefe Clinico-Científica do HCor Neuro.

De acordo com o neurocirurgião do HCor, os pacientes passaram por ressonância magnética na sala híbrida do HCor demonstrando as vias cerebrais envolvidas e, após cálculos elaborados para definição do alvo para Gamma Knife, sob anestesia local, a cabeça do paciente fica segura à mesa de tratamento por meio de uma guia, para garantir precisão milimétrica, para que a cirurgia seja feita através de feixes de radiação que agem com precisão sobre a via cerebral que está sendo tratada.

“O procedimento durou cerca de uma hora e meia e os pacientes tiveram alta no mesmo dia. O efeito dos raios gama ocorre durante seis meses, desconectando as vias cerebrais doentes. E, durante este período, estes pacientes continuarão recebendo terapia no HC-IPQ até o retorno ao HCor para avaliação dos resultados. Nos próximos meses, vamos receber outros pacientes que fazem parte desta parceria com o HC e esperamos que eles atinjam uma qualidade de vida que os permita conviver em sociedade”, finaliza Dr. De Salles.

 

HCor Neuro:

O HCor Neuro possui núcleo especializado em neurociência englobando neurologia, psiquiatria, e neurocirurgia, que tem como objetivo proporcionar ao paciente uma vida saudável e produtiva. Tendo esta meta, o médico precisa recorrer a procedimentos menos invasivos e mais efetivos como é o caso do procedimento Gamma Knife que agrega a efetividade ao baixo custo para o sistema de saúde e com um resultado clinico consagrado mundialmente.

Diante disso, o HCor Neuro, em parceria com o Instituto de Ensino e Pesquisa (IEP) do hospital, conduz estudos multicêntricos no intuito de desenvolver medidas preventivas e efetivas para doenças neurológicas de âmbito nacional. Já em fase de finalização estão os estudos para o tratamento cirúrgico da Depressão Maior e da Obesidade Mórbida através de procedimentos minimamente invasivos afetando as vias cerebrais responsáveis por estes distúrbios.