Projetos sociais e pesquisas impulsionam o desenvolvimento da saúde nacional


 

Projetos Sociais
A Cardiopediatria do HCor já atendeu mais de 19.000 pacientes ambulatoriais da rede pública de todo o Brasil. Aproximadamente entre 8 e 10% destes pacientes são submetidos a cirurgias cardíacas de todos os tipos de complexidade.

Em 2008, o HCor foi reconhecido pelo Ministério da Saúde como um hospital de excelência que hoje integra o convênio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS) com outros quatro hospitais do país. Com objetivo de fortalecer e desenvolver a relação com a saúde pública e atender às necessidades do Sistema Único de Saúde (SUS), o hospital tem ampliado o escopo de projetos nas seguintes áreas: Assistência Cardiológica, coordenada pelo Serviço de Cardiopediatria, Ensino, Pesquisa e a divisão de Gestão de Redes e Serviços do Laboratório de Inovação em Planejamento, Gestão, Avaliação e Regulação de Políticas, Sistemas, Redes e Serviços de Saúde (LIGRESS)
do HCor.

Um dos destaques das ações filantrópicas do HCor no PROADI-SUS é a área de Cardiopediatria, que desenvolve importantes projetos envolvendo a realização de cirurgias de alta complexidade em crianças cardiopatas, cardiologia fetal e medicina fetal. Durante esses anos já foram atendidos aproximadamente 16.000 pacientes SUS pelas equipes do HCor (veja quadro).

“Por meio destas iniciativas a parceria com o PROADI-SUS tem possibilitado melhorias significativas no diagnóstico, tratamento pré-natal e pós-cirúrgico para a rede pública de saúde, ajudando a salvar e melhorar a qualidade de vida
de um grande número de crianças de todas as regiões do país”, afirma a superintendente de Qualidade e Responsabilidade Social, Dra. Bernardete Weber.
 
 
 

Pioneirismo em cardiopediatria

O primeiro paciente cirúrgico pediátrico submetido a uma cirurgia cardíaca pela equipe do Prof. Dr. Adib Jatene, em 1977, foi uma criança de 13 anos portadora de CIA (Comunicação Interatrial). O acompanhamento médico pós-cirúrgico por serviço especializado em cardiopediatria não existia até então. Assim, ciente da importância de eliminar esta lacuna do tratamento, a Associação do Sanatório Sírio, mantenedora do Hospital do Coração, desenvolveu um serviço específico para atender esta demanda. Em 1983 foi inaugurado o Ambulatório de Cardiopediatria do HCor voltado para a avaliação, acompanhamento pós-cirúrgico e atendimento ao longo da vida dos pacientes portadores de cardiopatias.

O Ambulatório de Cardiopediatria do HCor iniciou suas atividades já com o foco em atendimento de pacientes pediátricos filantrópicos. Ao longo destes anos já foram atendidos 19.000 pacientes ambulatoriais da rede pública de todo o Brasil. “Aproximadamente entre 8 e 10% destes pacientes são submetidos a cirurgias cardíacas de todos os tipos de complexidade. Assim, calculamos já terem sido operados cerca de 2.000 pacientes que muitas vezes necessitam de mais de uma intervenção cirúrgica ao longo da vida”, afirma Dra. Ieda Jatene, coordenadora do serviço de Cardiologia Pediátrica e Cardiopatias Congênitas do HCor.

ATENDIMENTOS DA FILANTROPIA – 2005 A 2016

ATENDIMENTOS DA FILANTROPIA – 2005 A 2016